Esta pode ser uma pergunta difícil de responder, especialmente se a gerência não tiver um entendimento do que a calibração de instrumentos implica e como ela se relaciona com a qualidade do produto.

Para muitas empresas, a responsabilidade pela calibração de instrumentos recai sobre os departamentos de controle de qualidade ou fabricação. Isto também poderia incluir metrologia (engenharia), engenharia de projeto, e até mesmo compras.

Algumas empresas criaram um “grupo de calibração” que se reporta a um desses departamentos, ou opera como um grupo ou entidade autônoma.

A questão de quem “possui” a calibração e aferição de instrumentos é uma questão crítica que é colocada com pouca frequência – mas deve ser respondida para garantir que as atividades de calibração adequadas sejam executadas nos intervalos corretos e por pessoal qualificado.

A calibração de instrumentos refere-se ao processo de garantir que os dispositivos de medição estejam funcionando corretamente para que eles deem leituras corretas em todos os momentos.

Estes dispositivos incluem medidores usados em linhas de produção e equipamentos de laboratório usados durante experimentos de pesquisa ou procedimentos de teste de produtos.

A Calibração de equipamentos também envolve recalibração periódica usando fontes de referência padrão para que as medições possam ser facilmente reproduzidas, se necessário, mais tarde ao longo da linha, ao executar verificações de rotina.

Não é raro que um departamento seja dono desta tarefa, mas pode ser útil se outros departamentos estiverem cientes do que está acontecendo para que possam ter certeza de que seu próprio trabalho não cause problemas.

Por exemplo, você pode pensar que seu departamento de compras é responsável por garantir que os instrumentos que eles encomendam sejam calibrados antes de chegarem à sua empresa. Entretanto, se alguém em outro departamento encomendar um instrumento de um fabricante diferente do habitual e não verificar se ele foi calibrado de antemão, então há uma chance de que não seja quando ele chegar – e então ninguém saberá disso até que seja tarde demais!

Algumas empresas criaram um “grupo de calibração” que se reporta a um desses departamentos ou opera como um grupo ou entidade autônoma. O grupo de calibração é responsável pela calibração de todos os instrumentos utilizados na empresa.

O plano de calibração e aferição deve incluir:

  1. Uma lista de instrumentos sendo calibrados em cada freqüência (semanal, mensal, etc.) e com que freqüência serão verificados no local;
  2. O método pelo qual você usará para determinar se um instrumento está funcionando corretamente (isto é, verificar ponto zero);
  3. O processo de relatório para receber resultados de laboratórios externos;
  4. Quem tem acesso aos dispositivos sendo calibrados;
  5. Com que freqüência os dispositivos são verificados durante o uso;
  6. Quaisquer desvios dos procedimentos padrão em caso de situações de emergência;
  7. Sua definição de “preciso”;
  8. O que deve ser feito se houver problemas com a calibração de equipamentos?
  9. O que acontece se/quando surgem problemas inesperados durante a calibração?

A questão de quem “possui” a calibração de equipamentos é uma questão crítica que é colocada com pouca frequência – mas deve ser respondida para garantir que as atividades de calibração adequadas sejam realizadas nos intervalos corretos e por pessoal qualificado.

É difícil exagerar a importância de instrumentos devidamente calibrados. Isso isenta sua empresa de responsabilidade e torna mais provável que seus produtos atendam aos requisitos regulamentares, garantindo que você possa colocá-los no mercado mais rapidamente.

Além das obrigações legais e morais, os clientes estão exigindo cada vez mais dos fabricantes padrões de controle de qualidade mais elevados. Eles querem garantia de que seus produtos são seguros e confiáveis, especialmente quando esses produtos envolvem dispositivos médicos ou segurança alimentar. Quando as empresas não conseguem atender a essas expectativas (ou pior ainda, não compreendem o que são), os clientes levam seus negócios para outros lugares – e assim deve ser!

A importância da calibração de equipamentos

É crucial que você conscientize seu pessoal sobre a importância da calibração de instrumentos de medição para a qualidade do produto, segurança, conformidade regulamentar e satisfação dos funcionários. Isto garantirá que todos na empresa compreendam seu papel na manutenção de instrumentos precisos.

Por exemplo, se um funcionário souber que um instrumento calibrado incorretamente pode levar a uma perda de produtividade ou até mesmo prejudicar um cliente ou funcionário, então será mais provável que ele comunique qualquer problema com o equipamento para que ele possa ser consertado imediatamente. Se eles não souberem que efeito um instrumento impreciso pode ter sobre a produção ou a saúde das pessoas, então eles podem não pensar nada sobre isso quando algo der errado com um deles e só relatar quando ficar claro que há um problema com a produção/segurança/etc…

Conclusão

Certifique-se de que seu pessoal compreenda o quanto a calibração e verificação de instrumentos é importante para a qualidade do produto. Se você tiver alguma dúvida sobre este artigo ou outros tópicos de calibração, entre em contato conosco pelo e-mail contato@inovacalibracao.com.br ou chame no whatsapp  (19) 99189-7972

Ou clique aqui para entrar no formulário de contatos

Quem é o responsável pela calibração de instrumentos na empresa?